SOS CRIANÇA - LUTA CONTRA A PEDOFILIA FRASE DA SEMANA A Internet hoje se configura como uma das maiores portas de comunicação entre os abusadores. Eles a utilizam não só para estarem em rede trocando informações, como também para se aproximar de suas vitimas

terça-feira, 20 de abril de 2010

Modelos de Aconselhamento e de Psicoterapia (Jean-Yves Leloup) Parte 2 - Por Abner Morilha

Os argumentos principais para defender a existência de algo que vai além do corpo físico são:

a) Que a visão mais multidimensional do homem já havia sido observada muitos anos atrás pelos “terapeutas” de Alexandria;

b) Fala de relatos de experiências da alma fora da alma do corpo, e de sua independência com relação a estes. Narra a experiência de um cego que foi considerado clinicamente morto, mas que depois de alguns esforços de reanimação, ele voltou a vida e descreveu a sala em que estava, a cor da meia do cirurgião e vários detalhes da sala que nem mesmo o pessoal que ali estava haviam notado;

c) Cita a rejeição de órgãos como sendo uma prova de que o homem vai além do corpo em si. Que a “engrenagem” que é o corpo humano é animada por uma alma. Menciona, ainda, que a rejeição pode ser explicada pelo fato de nem sempre a pessoa estar pronta para a doação e para outros, a doação está inscrita no próprio corpo;

d) Discorre também sobre a dimensão noética (dimensão espiritual) do ser humano e diz que podemos alcançar está dimensão por meio do silêncio da alma. Diz que espaço puro de silêncio é a parte divina do ser humano;

e) Fala de estudos realizados que mostram que o cérebro é formado para entrar em contato com diversos níveis de consciência que chamamos de transcendência;

f) Utiliza-se das Escrituras, especificamente uma parte do texto de do Evangelho de João, para dar respaldo à visão quadridimensional.

Nossa visão de homem ou o nosso pressuposto antropológico determinará o modo como iremos tratar o ser humano e influenciará com certeza nossas intervenções como conselheiros. Somos mais do que corpo, somos seres criados à imagem e semelhança de Deus e carregamos em nós a capacidade de transcender para além da matéria e para além de nossos instintos e impulsores.

As idéias de Leloup são interessantes entretanto os argumentos utilizados pelo autor para defender suas idéias, a meu ver, são fracos e questionáveis:

1º) Afirmar que “cada uma dessas visões é fundada na experiência; é aceitável se levarmos em consideração que o método de pesquisa é a fenomenologia* agora afirmar que “não são crenças” (pág. 44) é esconder o sol com uma peneira. Tudo neste universo subjetivo tem haver com a crença e construo minha visão de homem por meio dos construtos que acredito, que recebi e que experiencializei.

2º) “Cada um observa o outro e o que acontece dentro dos limites da sua percepção. Cada um vê aquilo que pode conter ou, por vezes, o que se quer ver. Há dimensões, às vezes, que o observador não quer ver e que não quer tomar consideração" (pag.44).
Minha questão é se a minha observação passa pelo filtro do que quero ver, então minha observação é também contaminada pelos meus pressupostos e, portanto questionáveis, pois outra pessoa pode viver o mesmo fato ou observar a mesma situação e interpretá-los de forma completamente diferente.

3º) Defender a existência da alma usando como exemplo a questão da rejeição de órgãos transplantados é uma defesa fraca, tendenciosa e sem qualquer base científica.

**Explicação da razão da rejeição de órgãos transplantados pelo Dr. Telesforo Bacchella, professor de Cirurgia, membro da Câmara Técnica de Fígado da Central de Transplantes da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo e membro do conselho da ABTO.
Portanto, a rejeição de órgãos transplantados não tem nada haver com a “alma estar pronta ou não para doar” (pág. 45). Este tipo de idéia infundada pode até prejudicar a doação de órgãos que, infelizmente, já é mínima no Brasil, e assim impedir pessoas que poderiam ter uma qualidade de vida melhor por meio de um transplante.

4º) Ao afirmar (pág. 48) que nossa alma não tem enfermidades do nosso corpo, nem limites e talvez nem mesmo a sua idade. Eliminaram-se as doenças da alma. Creio que o tipo de enfermidade que acomete o corpo físico é diferente das enfermidades que acometem a alma humana porque se diferem um do outro em estrutura e função.

5º) A visão quadridimensional na qual o homem é visto como possuidor de corpo, alma, espírito e que este composto chamado humano é atravessado por um sopro (pneuma) é interessante entretanto, deveria ser mais fundamentada. Este conceito foi fundamentado de maneira superficial e leviano. O autor utilizou passagens bíblicas sem contexto e sem referências. Não senti firmeza no uso das passagens bíblicas, na interpretação do hebraico e do grego; a impressão que tive é que o autor buscou as palavras no original grego e hebraico para dar uma impressão de seriedade e profundidade, pois ele não localiza nenhuma de suas citações nas escrituras. Cabe aqui e velha frase “Texto fora de contexto é pretexto”.

Bibliográfia:
Uma arte de Cuidar Jean-Yves Leloup. Estilo Alexandrino
No caminho do Autoconhecimento – Victor Frankl e outros
Comentário Versículo por Versículo- Genesis R.N. Champlin

4 comentários:

  1. Parabéns pela proposta e pelo excelente conteúdo do blog. Já estou seguindo!

    Aproveito para lhe convidar a conhecer o meu blog, e se desejar também segui-lo, será uma honra. Seus comentários também serão sempre bem-vindos.

    www.hermesfernandes.blogspot.com

    Te espero lá!

    ResponderExcluir
  2. Graça e paz!
    Vim conhecer seu Blog e tive uma grata surpresa, pois é muito boa sua iniciativa.
    Já estou seguindo.
    Venha dar a honra de sua visita no PASTORAGENTE.BLOGSPOT.COM e, se quiser seguí-lo, vai ser uma alegria para mim.
    Lá eu exponho da forma mais realista e divertida possível as situações, dúvidas, experiências ministeriais e pessoais de uma mulher simples como eu.
    Fique na paz e que o Senhor abençôe você e toda sua família.
    Abração!!!

    ResponderExcluir
  3. OI. OBRIGADA POR ME ENCAMINHAR A LEITURA. ME AJUDA MUITO.
    DEUS ABENÇOE,
    SANDRA

    ResponderExcluir
  4. Olá Abner, tenho lido as mensagens, e ensinamentos do seu , Blog, tem me ajudado muito,fico até tarde da noite lendo.
    Que Deus continue te usando, como instrumento p/ abençoar á muitos.
    DEUS ABENÇOE,
    Abraço
    Fatima

    ResponderExcluir

Todos os comentários serão moderados antes de serem publicados. Obrigado.

Poderá também gostar de:

Related Posts with Thumbnails